Ykiririm

Há algumas semanas fiz algo incomum pela manhã. Eu e meu amigo geógrafo Luiz de Campos saímos de bicicleta pelo Butantã, em São Paulo, para acompanhar e mapear o curso de um pequeno córrego, de sua nascente à sua foz. Na garagem de casa, fizemos emergir em nós o sentimento adequado para a expedição: abertura para reconhecer o entorno. Continuar lendo