Rios, Ruas, Árvores e um monte de gente…

por Eduardo Shimahara

Dia 31 de Julho de 2011, um domingo de manhã, céu cinzento, frio e aquela garoazinha que vai e vem, nove e meia da manhã e eu estava lá em cima da ponte sobre a Av.Dr.Arnaldo, bairro do Sumaré, São Paulo, Brasil.

Por alguns minutos eu achei que ia ficar ali mesmo sozinho, esperando meu amigo Luiz de Campos Jr, que me convidou pra conhecer outro amigo dele que andava meio esquecido.

Chega um, chegam dois, três. De metrô, de taxi, e logo já são vinte pessoas encarando o mesmo dia cinza, frio e com alguns pingos ainda caindo do céu paulistano. Todos convidados pra conhecer o amigo do Luiz.

Mas não parou por aí, Zé Bueno também reuniu algumas pessoas na Vila Madalena e Juliana Gatti reuniu um bando de ciclistas (que além de tudo plantam arvores pela cidade) no Parque do Ibirapuera, os três grupos tinham o mesmo destino, através de rotas diferentes, a praça Gastão Vidigal.

Às 10 da manhã, Luiz juntou o grupo e nos fez olhar sobre a ponte identificando ‘antigas´ colinas escondidas no meio da geografia urbana de nossa cidade, era um convite a mudar o olhar, tentar tirar da frente este véu que nos foi colocado (pelo menos em mim foi) durante anos e anos de “educação”.

Chega o primeiro presente, ele saca da mochila alguns frutos de urucum (enviados pela Ju Gatti) e convida: quem se sentir a vontade, quem quiser… segundos depois, sementes de urucum começavam a ser esfregadas nas mãos, dedos e rostos de todos que estavam participando…

Para onde vamos?

Luiz aponta para o horizonte e logo seguimos andando.

No caminho, vamos parando às vezes para identificar alguma árvore como o Pau Ferro, a pitangueira, o eucalipto, a pata de vaca e os fantásticos ipês floridos que deixavam cobertores de flores pelo chão. E o Luiz aponta de novo, desta vez para vales perdidos no meio do concreto dos prédios e diz: olha, ele deve estar passando por aqui! Era só dizer e um bando se juntava em torno dele, pra tentar ver, ouvir, sentir… o velho amigo.

E caminhamos e falamos e paramos… e mais e mais pistas. Grades no chão, vales entre os prédios… até que entramos num beco perdido nem sei onde e achamos o amigo do Luiz que estava lá embaixo de camadas e camadas de concreto e grades, e acredite você ou não, tenho aqui dentro uma certeza muito grande, que o Rio Verde ficou feliz com a nossa visita !

Deu até pra lembrar do Zé Bueno quando disse que visitou o rio ´escondido´ pela primeira vez, ele me disse que se sentiu dizendo para o rio: Olha, peraí que eu vou ali chamar uns amigos e já voltamos…e chamou mesmo, e voltou mesmo…com um monte de gente.

Rios, Ruas, Arvores e gente se cruzaram pelas paixões destes três brasileiros que me orgulham demais, o Luiz resgatando os rios que existem (ele faz questão de dizer sempre no presente – São Paulo TEM rios) soterrados pela urbanização e mais uma vez (escrevi algo intitulado ´nuvem de gafanhotos´) pelo DES-envolvimento, a Ju Gatti com sua paixão pelas árvores da cidade, que para, olha, identifica e conta a historia como se estivesse te apresentando um parente muito próximo, a cada vez que quer mostrar uma arvore pra alguém. E por ultimo, mas não menos, alias, de jeito nenhum, um cara que faz a ponte, o Zé Bueno, que dá o caldo pra juntar rios, ruas, arvores e um monte de loucos (será que loucos são estes que estão fazendo isto, ou aqueles que acham normal trabalhar 8 horas por dia com algo que não gostam, viver vidas que não gostam, comprar coisas que não precisam e conversar com gente sobre o que não vivem?) pra levantar o véu da percepção e aguçar o olhar…para o invisível…como dizia um tal de St. Exupery, o essencial… é invisível aos olhos.

... visitando um amigo e deixando um lembrete que ele está logo ali!

Anúncios

Seu comentário é bem vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s